80. Jumping Over Fireworks – 80. Saltando Sobre Fogos de Artifício

      Reproduzir áudio
80. Jumping Over Fireworks

Nancy Young had always loved celebrating the Fourth of July, the holiday that celebrates America’s independence. She loved the meaning of the day. She also loved lighting fireworks. She loved all types of fireworks. Nancy had three brothers, and they all loved the Fourth of July. Nancy’s youngest brother Peter loved lighting up the fireworks. Although Nancy’s parents didn’t have that much money, they decided to buy a lot of fireworks for their children. They wanted their children to have a great Fourth of July. Once they got the fireworks, Nancy decided to split them with her brothers. She got the most, and her brothers got the rest.

Nancy’s parents decided to go to the park to light the fireworks this year. Peter decided to light the first one. It exploded, and scared Nancy. Nancy decided to light one. It was a sparkler, which meant that it would only send sparks up into the sky, and would not explode. Nancy loved how it looked. She lit another one to see how it would look like. Peter had the idea to jump over the fireworks. Even though Nancy said no, Peter decided to jump over it.

Peter got ready. He tied his shoes to make sure his shoe laces weren’t hanging out of his shoes, and that he had enough distance to jump over the sparks. Peter started running and then jumped. When he landed on the other side, he started screaming in pain. A spark had gotten into Peter’s eye. He fell to the ground and started asking for ice. Nancy brought him a bag of ice to cover his eye. During the next day, Peter had to get glasses because of the damage he had suffered in his eye. The doctor asked him, “What’s the important lesson here?” Peter responded with, “Don’t jump over fireworks.”

80. Saltando Sobre Fogos de Artifício

Nancy Young sempre adorava comemorar o Quatro de Julho, o feriado que celebra a Independência da América. Ela amava o significado deste dia. Ela também adorava a iluminação dos fogos de artifício. Ela amava todos os tipos de fogo de artifício. Nancy tinha três irmãos, e todos eles adoravam o Quatro de Julho. Peter, irmão mais novo de Nancy, amava a iluminação dos fogos de artifício. Embora os pais de Nancy não tivessem muito dinheiro, eles decidiram comprar uma grande quantidade de fogos de artifício para seus filhos. Eles queriam que seus filhos tivesse um grande Quatro de Julho. Assim que chegaram os fogos de artifício, Nancy decidiu dividi-los com seus irmãos. Ela ficou com mais e seus irmãos ficaram com o resto.

Os pais de Nancy decidiram ir ao parque para acender os fogos de artifício deste ano. Peter decidiu acender o primeiro. Ele explodiu e assustou Nancy. Nancy decidiu acender um. Era um faiscante, o que significava que ele só iria enviar faíscas para o céu, ele não iria explodir. Nancy adorou como ele era. Ela acendeu um outro para ver se estava parecido. Peter teve a ideia de saltar sobre os fogos de artifício. Mesmo que Nancy dissesse que não, Peter decidiu saltar sobre ele.

Peter ficou pronto. Ele amarrou seus sapatos para estar certo de que seus atacadores (cadarços) não estavam soltos em seus sapatos e que ele teria distância suficiente para pular sobre as faíscas. Peter iniciou a corrida e então pulou. Quando ele caiu do outro lado, ele começou a gritar de dor. Uma faísca tinha ficado no olho de Peter. Ele caiu no chão e começou a pedir por gelo. Nancy trouxe um saco de gelo para cobrir seu olho. Durante o dia seguinte, Peter teria de usar óculos devido aos danos que ele tinha sofrido no seu olho. O médico perguntou para ele: “Qual a lição importante aqui?” Peter respondeu com: “Não pular sobre fogos de artificio. ”

Deixe um comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here