92. Running a Mile – 92. Correr uma milha

      Reproduzir áudio
92. Running a Mile

My last class of the day was my physical education class. I always hated it. For the past three years, people had found ways to embarrass me. Things weren’t so bad at first. A basketball hit me in the head when I was talking to a girl. I was trying to climb the big rope in the gym and fell down in front of everyone, who started laughing. However, the worst thing was yet to happen.

At the end of a year, we always have a test to see how we have improved. We have to run a mile. The whole class does this at the same time. I wasn’t the fastest runner, but I knew I could get a good score for this test. For this activity, we have to go into the locker room and change into our uniform. I left my uniform in my locker the other day since it was clean. When I opened my locker, I saw a note saying, “Buy new uniform, loser.” Someone had broken into my locker and took my clothes. I told the teacher, who went into his office and gave me an old uniform that had been left behind. “Suit up and I’ll see you out there,” he said.

I tried tying a rope around the shorts to make them fit, but they wouldn’t. The bell rang, and I knew my teacher would be mad if I didn’t get out there. I started running, and barely got there before he started calling names. After he finished with the roll call, we started the test. The whole class set off running. I was doing okay at the beginning. After a while, people started passing me. A lot of people laughed at my shorts. Then it happened. One guy pushed me out of his way, and I ended up falling. My shorts fell first, and then I fell to the ground. That was when all the girls started passing me. One of them shouted, “Ew, he doesn’t have clean underwear.” I picked up my shorts, and walked the rest of the mile. It was the most embarrassing moment in my life.

92. Correr uma milha

Minha última aula do dia era minha aula de educação física. Eu sempre odiei. Durante os últimos três anos, pessoas haviam encontrado maneiras de me “humilhar”. As coisas não eram tão ruins de primeiro. Uma bola de basquete me atingiu na cabeça quando eu estava conversando com uma garota. Eu estava tentando subir a corda grande no ginásio e caí na frente de todos, Que começou a rir. Contudo, a pior coisa ainda estava para acontecer.

No final de um ano, nós sempre temos um teste para ver como tínhamos melhorado. Temos que correr uma milha. Toda a classe faz ao mesmo tempo. Eu não era o corredor mais rápido, mas eu sabia que eu poderia conseguir uma boa pontuação nesse teste. Para essa atividade, nós temos que ir para o vestiário e trocar nosso uniforme. Deixei meu uniforme em meu armário no outro dia desde que foi limpo. Quando eu abri meu armário, eu vi uma nota dizendo, “compre um novo uniforme, perdedor.” Alguém tinha quebrado meu armário e pegou minha roupa. Eu disse ao professor, que me deu um uniforme velho que havia sido deixado para trás. “Vista-se e vejo você lá fora,” disse ele.

Eu tentei amarrar uma corda em torno dos shorts para torná-los aptos, mas eles não quiseram. A campainha tocou, e eu sabia que o meu professor ficaria louco se eu não chegasse lá. Eu comecei a correr, e quase cheguei lá antes que ele começasse a chamar os nomes. Depois que ele terminou com a chamada, iniciamos o teste. A classe inteira partiu correndo. Eu estava indo bem no início. Depois de um tempo, as pessoas começaram a me passar. Muitas pessoas riram do meu short. Então aconteceu. Um cara me empurrou para fora do seu caminho, e acabei caindo. Meu calção caiu em primeiro lugar, e então eu caí no chão. Foi quando todas as meninas começaram a me passar. Um deles gritou: “Ew, ele não tem roupa limpa.” Peguei meu short, e andei o resto da milha. Foi o momento mais embaraçoso da minha vida.

Deixe um comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here