63. Best friends

2513
      Reproduzir áudio
63. Best friends
We all have a best friend from our childhood.
As kids. We were sure we would be friends with this person forever.
But we grow up, leave our parents’ house and start a new life.
With the new life new friends come.
We meet new people, get on well with them and become friends.
We usually have much in common.
Such as hobbies; we spend time together and make plans for next summer.
But there’s always a day when we suddenly bump into an old friend.
It’s like a car crash. You follow your regular route and notice a familiar face in the crowd.
You try to remember who he or she is.
And memories fall on you like snow in July. Both of you stand in the street and stare at each other.
You don’t know what to say, what to start with.
You haven’t seen each other for ages. You are totally different people now.
So you and your old friend feel awkward and look for a reason to leave.
Wherever you go and whatever you do, the past always follows you two steps behind.

63. Melhores amigos
Todos nós temos um melhor amigo da nossa infância.
Enquanto crianças. Estávamos certos de que seríamos amigos dessa pessoa para sempre.
Mas crescemos, deixamos a casa de nossos pais e começamos uma nova vida.
Com a nova vida novos amigos vêm.
Conhecemos novas pessoas, nos entendemos bem e nos tornamos amigos.
Nós geralmente temos muito em comum.
Tais como passatempos; passamos tempo juntos e fazemos planos para o próximo verão.
Mas sempre há um dia em que de repente nos encontramos com um velho amigo.
É como um acidente de carro. Você segue sua rota regular e nota um rosto familiar na multidão.
Você tenta lembrar quem ele ou ela é.
E lembranças caem sobre você como neve em julho. Ambos estão na rua e olham um para o outro.
Você não sabe o que dizer, o que começar.
Vocês não têm se visto há séculos. Vocês são pessoas totalmente diferentes agora.
Então você e seu velho amigo se sentem estranhos e procuram uma razão para sair.
Onde quer que você vá e o que você faz, o passado sempre segue você dois passos atrás.

Deixe um comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here