48. Don’t Be a Racist – Não seja um racista

      Reproduzir áudio
48. Don’t Be a Racist
Ray called up the newspaper reporter. “You wrote about a bank robbery. You described the bank robber,” he said. “Why did you describe him?” The reporter said, “We want the public to help find him. If someone sees him, they can call the police.” Ray said, “But why didn’t you tell us his race? You said he was about 35 and about 5 feet 7 inches. But you didn’t tell us his race. That would help a lot.” “Our lawyers say we can’t. It’s racist,” said the reporter. “The robber can sue us for being racist.” “Well, don’t report his age, either,” said Ray. “That’s ageist. Don’t report his height. That’s ‘heightist.’ Don’t report his sex. That’s sexist.” “That doesn’t leave much to report,” said the reporter. “Just report this,” said Ray. “A human being robbed a bank. Please look for a human being who looks like he or she robbed a bank.”
48. Não seja um racista
Ray chamou o repórter do jornal. “Você escreveu sobre um assalto a banco. Você descreveu o assaltante de bancos”, disse ele. “Por que você o descreveu?” O repórter disse: “Queremos que o público nos ajude a encontrá-lo. Se alguém o viu, eles podem chamar a polícia.” Ray disse: “Mas por que você não nos conta a sua raça? Você disse que ele era cerca de 35 e cerca de 5 pés 7 polegadas. Mas você não disse a sua raça. Isso iria ajudar muito.” “Nossos advogados dizem que não podemos. Isto racismo”, disse o repórter. “O ladrão pode nos processar por ser racismo.” “Bem, não relatam sua idade, qualquer um,” disse Ray. “Isso é preconceituoso. Não relate sua altura. Isso é preconceituoso.’ Não relate seu sexo. Isso é sexista “. “Isso não deixa muito a relatar”, disse o repórter. “Basta informar isto”, disse Ray. “Um ser humano rouba banco. Por favor procure um ser humano que se parece com ele ou ela, que rouba um banco.”

Deixe um comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here