22. A New “Alarm Clock” – 22. Um Novo Despertador

      Reproduzir áudio
22. A New “Alarm Clock”

For most people, an ideal morning might consist of waking up to the warm sun creeping in through the bedroom window, along with the cheerful chirping of the birds from a nearby tree. Sadly, this is not the case for Michael, a part-time student that works late nights as a warehouse manager. Michael gets home around 2:00 a.m. every night, and heads straight to bed to get as much sleep as possible until his classes start at 10:00 a.m. However, for the past week, Michael has had a new “alarm clock” that he unfortunately has no control of. It is an energetic, loud, mockingbird that has decided to make the tree outside of Michael’s window his new home.

Each morning, the bird begins singing as loud as possible at exactly 5:55 a.m. and does not stop until late into the night. Most city birds begin the day with sweet, gentle chirps that can barely even be heard indoors, but the sounds of mockingbirds are very distinct and consist of various noises that the mockingbird hears and then imitates. This can include chirps from other birds, or even car alarms and school bells.

After one week of losing sleep as a result of the bird noises, Michael decided to do something. “Go away!” he screamed out his window. When that didn’t work, he started throwing things at the tree to try to scare the bird away. This only made the bird get even louder! As a final resort, Michael phoned his local Animal Control, and requested to get someone to remove the bird from the area. “We can’t do that,” replied the Animal Control Specialist. “Mockingbirds are a valued feature of North America’s wildlife and are protected by many laws. You should consider yourself lucky to have one so close to home. Just enjoy the beautiful sounds of nature.”

Furious, Michael hung up the phone, and threw himself on the couch, dozing off into the deepest sleep he had ever experienced all week. Only five minutes later he awoke to a thunderous “caw-caw!” coming from outside.

22. Um Novo Despertador

Para a maioria das pessoas, uma manhã ideal pode consistir em acordar com o sol quente rastejando pela janela do quarto, junto com o cantar alegre dos pássaros de uma árvore próxima. Infelizmente, esse não é o caso para Michael, um estudante de meio expediente que trabalha até tarde da noite como um gerente de armazém. Michael chega a casa em torno de 2 horas todas as noites e vai direto para a cama para dormir o máximo possível até que suas aulas comecem às 10h00. No entanto, para a semana passada, Michael tem tido um novo “despertador” de que ele, infelizmente, não tem controle. É um energético, alto, Mockingbird (pássaro zombeteiro) que decidiu fazer da árvore do lado de fora da janela de Michael sua nova casa.

Todas as manhãs, o pássaro começa a cantar o mais alto possível, exatamente às 05:55, e não para até tarde da noite. A maioria dos pássaros da cidade começa o dia com silvos doces, suaves, que mal podem sequer ser ouvidos de dentro de casa, mas os sons de mockingbirds são muito distintos e consistem em vários ruídos que o mockingbird ouve e, em seguida, imita. Isso pode incluir silvos de outros pássaros, ou até mesmo alarmes de carro e sinos de escola.

Após uma semana de perder o sono, como um resultado dos ruídos do pássaro, Michael decidiu fazer algo. “Vá embora!” ele gritou pela janela. Quando isso não funcionou, ele começou a atirar coisas para a árvore para tentar assustar o pássaro. Isso só fez o pássaro ficar ainda mais alto! Como último recurso, Michael telefonou para o seu local de Controle Animal, e pediu para arranjar alguém para remover a ave da área. “Nós não podemos fazer isso”, respondeu o especialista de controle de animal. “Mockingbirds são características valiosas da vida selvagem da América do Norte e são protegidos por muitas leis. Você deve considerar-se com sorte de ter um tão perto de casa. Basta apreciar os belos sons da natureza.”

Furioso, Michael desligou o telefone e jogou-se no sofá, cochilando no sono mais profundo que ele já tinha experimentado durante toda a semana. Apenas cinco minutos depois, ele acordou com um estrondoso “CAW-caw!” vindo de fora.

Deixe um comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here