16. It’s the rain’s fault – É falta da chuva

1885
      Reproduzir áudio
16. It’s the rain’s fault
Today’s the day Tim has been waiting for. He’s finally going to have his first date with Rose. He has planned everything. Nothing could go wrong, he thinks. He woke up earlier than usual. He shaved his beard, brushed his teeth twice, and sprayed his favorite cologne. He put on a freshly laundered black coat and his new black shiny shoes. He looked at himself once, twice, and thrice in the mirror just to make sure everything was perfect. He hurriedly hopped in his car and drove to his favorite flower shop to pick a fresh bouquet of red roses. The florist asked, “Sir, do you have an umbrella? It’s raining.” “What rain?” he uttered unknowingly. He looked outside and it was indeed raining. Just then, his phone rang. Rose cancelled the date.
16. É falta da chuva
Hoje é o dia que Tim estava esperando. Ele finalmente vai ter seu primeiro encontro com Rose. Ele planejou tudo. Nada pode dar errado, ele pensa. Ele acordou mais cedo do que de costume. Ele raspou a barba, escovou os dentes duas vezes, e colocou sua colônia favorita. Ele vestiu um casaco preto lavado e seus novos sapatos brilhantes. Ele olhou para si mesmo uma vez, duas vezes, e três vezes no espelho apenas para se certificar de que tudo estava perfeito. Ele apressadamente pulou em seu carro e dirigiu até sua loja de flores favorita para escolher um buquê fresco de rosas vermelhas. O florista perguntou: “Senhor, você tem um guarda-chuva? Está chovendo. – Que chuva? – Falou sem saber. Ele olhou para fora e estava realmente chovendo. Nesse momento, o telefone tocou. Rose cancelou o encontro.

Deixe um comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here