129. White Spots – Pontos Brancos

      Reproduzir áudio
129. White Spots
Mark heard a noise. What was the noise? It was a steady noise. It wasn’t a loud noise. It was a steady, quiet noise. He opened his apartment door. He looked outside. A painter was next door. A painter was spray painting a fence. He was spray painting the fence next door. He was spray painting the fence white. Mark walked downstairs. He walked over to his car. His car was dark blue. He looked for tiny white spots on his dark blue car. He didn’t see any tiny white spots. He got into his car. He drove it out to the street. He parked his car on the street. He went back upstairs. The painter finished painting the fence. Mark went out to his car. He saw big white spots on his blue car. He looked up in the tree. He saw a big, black bird in the tree.
129. Pontos Brancos
Mark ouviu um barulho. Que barulho foi esse? Era um ruído constante. Não era um ruído alto. Era um ruído constante, baixo. Ele abriu a porta do apartamento. Ele olhou lá fora. Um pintor estava próximo da porta. Um pintor estava pintando uma cerca com um spray. Ele estava pintando a cerca com spray próximo da porta. Ele estava pintando a cerca com spray branco. Mark desceu as escadas. Ele andou até o carro dele. O carro dele era azul escuro. Ele procurou por pequenos pontos brancos em seu carro azul escuro. Ele não viu nenhuma mancha pequena branca. Ele entrou no carro. Dirigiu-o para fora na rua. Ele estacionou seu carro na rua. Ele voltou lá para cima. O pintor terminou pintando o muro. Mark foi para seu carro. Ele viu grandes manchas brancas em seu carro azul. Ele olhou para cima na árvore. Ele viu um pássaro grande e preto na árvore.

Deixe um comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here